9 de abril de 2010

Queda de cocos...


http://images.buycostumes.com/

Não sei se têm conhecimento ou não, mas existe um mito em Moçambique que já ouvi várias vezes: “a maior causa de morte no país é a queda de cocos”. Tenho comentado com algumas pessoas e, umas sabiam e confirmavam, outras sabiam mas torciam o nariz, outras nunca tinham ouvido falar, outras riram-se…

A morte por queda de cocos não tem nada de científico ou oculto. É simples. O fruto tem uma casca dura e as árvores costumam ser altas. Quando é atingido o ponto de maturidade, o coco cai e, se aterra na cabeça de alguém, pode fazer estragos que, nalguns casos pode mesmo ser a morte. Ponto.

Agora, em conjunto, pensemos:

1)A malária propaga-se facilmente pela picada de um mosquito. É uma doença que, quando não é tratada, provoca elevados níveis de óbitos. É responsável por quase 50% das mortes de crianças até aos 5 anos

www.angolaemb.se


Facto que, na generalidade, faz das crianças com mais de 5 anos, pequenos guerrilheiros de sobrevivência!

2)O SIDA é um flagelo universal. Em Moçambique, como noutros países africanos, devido à cultura, aos maus hábitos, à pouca informação, etc, o SIDA propaga-se com demasiada facilidade.

3)Vários jornais noticiam a morte de pessoas, principalmente nas zonas rurais, devido ao impacto da co-habitação com animais selvagens. Factor que tem levado o governo a investir largos milhões para amenizar a ferocidade selvagem. Destaco apenas alguns:

Crocodilo: assíduos ocupantes de zonas aquáticas, apanham os populares desprevenidos quando estes fazem a sua colheita diária de água;

http://www.dikarem.net

Cobra: há uma panóplia variadíssima de tipos de cobras em Moçambique e, quase todas venenosas. Algumas muito venenosas mesmo. E estas dispensam apresentações;

www.imagebank.ipcmedia.com

Hipopótamo: esse simpático herbívoro de previsível mau hálito mata mais pessoas que leão, búfalo, elefantes e rinocerontes juntos!!

www.bicodocorvo.com.br

É um animal muito territorial e, quando encontra alguém no seu caminho, cumprimenta-a com uma dentada que pode chegar a uma força de cerca de 800Kg. Se não for a dentada é a pisadela;

4)Um dos grandes efeitos colaterais, na minha opinião,que a guerra deixa, são as minas. Moçambique não é, felizmente, um país muito crítico neste aspecto, mas existem algumas. Activas por muitos anos e de localização desconhecida, apresentam uma fatal surpresa para quem tem o infortúnio de as encontrar no caminho;


www.africanidade.com


5)E por fim, os acidentes, de vários tipos, sendo os maioritários, talvez, os de viação, como em muitos países do mundo…

E…com isto tudo…a maior causa de morte poderá ser a queda de cocos?!?

É como um soldado, num cenário hostil de guerra, morrer porque se engasga numa espinha, não?

Para que fique claro, deixo aqui as más novas, ou pelo menos as noticias do mal inevitável. Tendo por fonte o Instituto Nacional de Estatística, os números são:

Mas não quero acabar este post com a nuvem da morte a pairar, até porque há muitas outras coisas interessantes a fazer antes disso! A morte tem que vir no fim da lista de coisas a fazer na vida…

O texto tem como objectivo dissipar este mito ilógico e, por favor, espalhem a mensagem…se ficaram convencidos com os meus argumentos.

Quero acabar o post a falar, precisamente, da quantidade de vida que se gera neste país, que é o 26º país, no ranking mundial, a gerar nova vida… O país está, aliás, num verdadeiro berço da natalidade, ou não fosse chamado o continente mãe!


Wikipédia

Poderia continuar a falar da esperança de vida, do crescimento, etc…mas talvez fique para outro post…

O que interessa é que:

- o mito dos cocos se desfaça;

- a principal causa/efeito de nascença continue a ser um sorriso…


15 comentários:

Bichocao disse...

Mas afinal a queda de cocos nao esta' naquele grafico...

Xpexpicaz disse...

quererás dizer: queda de cócós em vez de cocos???

é que levares com cócó pode matar tambem... se for de uma vaca voadora, são pelo menos 4 kgs de m**** a vir por ai abaixo a alta velocidade!!! :-))))

macaca grava-por-cima disse...

Estás feito um estatístico, homem!!:-)

Vou espalhar a palavra: "os cocos são nossos amigos"

Joana disse...

Não está no gráfico pois a queda de cocos assassinos é um mito!!

André disse...

Epa...um grande volume de bosta também é perigoso, lembras bem! Foste Xpexpiscaz...

Vou passar a andar com capacete e cuidado com as vacas voadoras...que elas existem...se existem!! :))

Calamity Jane disse...

Tencionava ficar uns tempinhos à sombra de um coqueiro no Tofo, mas a ameaça dos cocos cadentes dava-me pesadelos. Eis o comentário científico por que esperei toda a vida! Já estou a caminho!!!!!!!
PS: Há hipopótamos no Tofo? (pesadelo 2/47)

Isa disse...

Gostei do sorriso no fim :)
bjos e sorrisos, André ;)

Carla disse...

Tudo e' muito relativo... se um hipopotamo subir a um coqueiro com a finalidade de cagar, a sua bosta tambem pode matar, sei la...

Bichocao disse...

Estes posts estao um pouco para o merdososo porque o meu teclado nao tem acentos!! Assentem!

Bichocao disse...

Estes posts estao um pouco para o merdoso so porque o meu teclado nao tem acentos!! Assentem!

Sara disse...

sempre com temas interessantes!!!! e a queda dos cocos e demais!! claro que temos outra alternativa....e nunca ficar debaixo de um coqueiro!!! :):) beijos grandes meu priminho!!

"Ninguém" ou "metade de dois ninguéns" ou... disse...

"Ninguém" ou "metade de dois ninguéns" ou ... (está no meu 1º comentário)
Acho muito interessantes os teus posts e, mais uma vez,acho muito engraçada esta análise à volta dos cocos, não há dúvida que, nos tempos que correm, só poderia ser um mito! Como sempre um bom texto!
Só duas pequeninas dúvidas: no texto referente ao crocodilo - 4ª linha - não será "colheita" em vez de "colecta"?; antes do mapa-mundo da Wikipédia, não será "gera", em vez de "gere"?
Desculpa estas dúvidas, mas como normalmente és impecável nas palavras usadas, eu poderei julgar que sou eu que interpreto mal.
Gostaria que me respondesses e não comentei mais cedo porque não tive internet durante alguns dias.
Vejo que tudo à tua volta é bem absorvido e apreciado!
Bj
A.M.

André disse...

Viva "ninguém", de facto ambas as observações que fez estão correctas! Vejo que lê com muita atenção o blog...o que me satisfaz. E como, de facto, o texto não deve começar a perder qualidade, vou emendar...

Margarida Esteves disse...

Gostei do blog , espreitei o linl dos mapas estranhos e adorei , muto obrigado

Rodrigo disse...

Quando vi estas fotos lembrei-me deste teu post :)

http://files.sharenator.com/begemot_Good_reasons_why_you_shouldnt_mess_with_nature-s346x400-37724.jpg


Abraço!