11 de agosto de 2009

Maputo: Primeiras impressões


Ao fim de 3 dias em Maputo já há impressões, as primeiras, claro, mas há! Serão impressões superficiais, mas sempre baseadas nas observações pessoais...nas voltas que tenho dado.

Em primeiro lugar, vejo uma cidade rendida ao mar, virada a nascente. Somos bafejados, não com o pôr-do-sol ou lua, mas com o nascer dos nossos principais elementos celestes, vindos do mar. À primeira vista, confesso, e estando habituado a estar virado a oeste, é estranho.

A cor dominante de Maputo é o verde. Polvilhada de árvores, a cidade conta com mais de 2600 acácias. A maior parte das ruas e avenidas têm árvores e gozam da sua sombra. Pormenor importante na época de calor! Quanto ao trânsito...é uma maravilha! Se compararmos o trânsito de Luanda com o de Maputo, numa mesma escala...teria que dizer que em Maputo não há trânsito. Sendo, contudo, uma avaliação impossível, diria que o trânsito aqui é muito soft.

Um factor que me tem vindo a surpreender é o turismo! Pois é! Então já se vêem pessoas na rua, de mapa na mão, a bela da máquina fotográfica e aquele ar perdido, tão característico nos turistas. Existe um comboio de passeio em que, por 30 dólares, dá uma volta à cidade, passando por pontos chave.
Em termos de religiões, encontra-se aqui uma grande variedade! Fugindo da regra geral do cristianismo, a religião em Moçambique é muito ampla, dividindo-se em:

- religiões tribais 47,8%;

- cristianismo 38,9%;

- islamismo 13%.

Assim, não admira que, ao percorrer as ruas de Maputo sejamos surpreendidos com várias Igrejas e Mesquitas, convivendo pacificamente. Muitas e vistosas mesquitas. Muitas e peculiares igrejas…



Por fim, o fenómeno “Carocha”. Sim, o Carocha, ou fusca, como é ternamente conhecido. Infelizmente não tenho fotos para suportar a referência. É que movido por uma filosofia que ainda não percebi, já vi mais Carochas bem estimados aqui, em 3 dias, do que em Portugal, em anos! Não sei o que se passará…mas que gostam de estimar Carochas…é uma grande verdade!

9 comentários:

Anónimo disse...

oh meu menino... sozinho no meio de uma comunidade tão longinqua ;););)
fotografias tuas a trabalhar não tens né, pois claro que não!

abraço, poli

Fada da felicidade disse...

:D
Boas notícias e bonitas fotos!
BOA VIAGEM!

Até breve
Aqui ou aí!

Beijinhos
C

RAD disse...

Grande André,

Estou com vontade de conhecer Maputo e um dos parques da zona (ou Gorongosa, ou o sul africano Kruger, que fica mais perto). Vou ficar bem atento.

Para já, estou a gostar do que descreves: uma cidade que quer acolher bem.

Abraço,
Ricardo

Sara disse...

xuxu....partilho desse teu namoro com essa loira....laurentina de nome...linda, fresca....claro sempre depois do meio-dia..recomendaçoes inglesas!!! beijos

Sim poesia! disse...

Gordo!!!!!!!!!!!!!

Bichocao disse...

Um dois três experiência!!!!

Bichocao disse...

Grande urso!!!!

Isa disse...

:-) No Brasil tb são fuscas e eles tb os estimam mt :-)
Mt fixes as tuas primeiras notas, força, continua.
toda a sorte.
bj

Anónimo disse...

Pois é, no Brasil também chamam ao carocha - fusca, e o sol também nasce no mar.
Novidades de Lourenço Marques são sempre bem vindas...
Zuca